O Covid-19 obriga a gente a ficar em casa e mostrar VERSATILIDADE para falar do assunto de apostas, já que jogo mesmo não tá tendo muito.

Bem, um mercado bastante interessante para se analisar e até fazer algumas apostas é o da eleição presidencial dos Estados Unidos, que se o vírus permitir será no dia 3 de Novembro.

As cotações que trazemos aqui nesse texto estão no BetWarrior.

UM DEMOCRATA TIOZÃO!

A luta pela indicação dos democratas está polarizada entre um senhor de 78 anos, Bernie Sanders, e um outro, que inclusive vem sendo acusado de estar meio ‘atrapalhado das ideias’, Joe Biden, de 77 primaveras.

Muito se falou na possibilidade de Bernie Sanders ganhar a nomeação no Partido Democrata, e os resultados das primeiras eleições primárias, as que definem o número de delegados votantes em cada candidato na convenção do partido, parecia confirmar que o senador pelo Vermont poderia encorpar e derrotar Joe Biden, ex-vice de Barack Obama.

No momento, Sanders tem 745 delegados, contra 898 de Biden, quando ainda faltam 27 estados finalizarem as suas eleições primárias. No mercado de apostas, porém, os bookmakers não acreditam que Joe Biden possa perder a indicação e pagam 1,04 no ex-vice-presidente.

O senador pelo Vermont nem figura na segunda colocação. Ali aparece Hillary Clinton, que paga 9,00 e sequer figurou nas eleições primárias até o momento. Sanders paga 18,00 para receber a indicação dos Democratas. Michelle Obama (!) a 34,00 e Tulsi Grabbard, 251,00, completam as opções de aposta.

Não há nada muito interessante que você possa apostar a 1,04.

MAS E OS REPUBLICANOS? E O TRUMP?

O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump se encontra bastante confortável para receber a indicação dos Republicanos. As odds estão em 1,01, sendo que o segundo colocado no mercado de apostas é o seu próprio vice-presidente, Mike Pence, pagando 15,00. Também consta na lista a FILHA de TRUMP, Ivanka, que recompensaria o apostador em R$ 101 para cada R$ 1 apostado.

Novamente vale a pena dizer: Evite esse mercado de apostas!

Diferente dos Dems, que tem em Kamala Harris (3,25) a sua favorita nas apostas para ocupar o posto de vice-presidente na chapa, os Republicanos ainda não foram contemplados com esse mercado no BetWarrior. Vamos aguardar.

Quem vai ganhar a eleição?

Bem, nesse caso, antes de falar das odds, vale a pena lembrar que temos, sim, caso de presidente vigente dos EUA que tentou a reeleição e perdeu. Foram 10 as vezes que isso aconteceu, começando com John Adams, lá em 1800, que perdeu para Thomas Jefferson e terminando com JORJÃO BUSH PAI, que perdeu para Bill Clinton em 1992, passando por Jimmy Carter, derrotado pelo canastrão Ronald Reagan, esse sim reeleito 4 anos depois, em 1980.

Para presidentes que ocuparam todo o mandato, a reeleição aconteceu 13 vezes, sendo Obama, George W. Bush, Bill Clinton e Franklin Roosevelt os mais conhecidos a revalidar a vitória nas eleições americanas.

Dito isso, Donald Trump paga 2,00 para permanecer no cargo e Joe Biden 2,00. É a famosa moeda sendo jogada para o alto. De um lado o Republicano tem toda a máquina e a vantagem de estar no cargo a seu favor, do outro o Democrata, que lidera todas as pesquisas, mas que sabe que ganhar no total de votos vale tanto quanto a Taça Guanabara, já que nos Estados Unidos o que conta são os delegados e é importante vencer em mais estados.

Em 2016, Trump teve 62 milhões de votos, menos que os 65 milhões de Hillary Clinton, mas como venceu em 30 estados e indicou mais delegados, venceu a eleição e ficou com a presidência da República. Se o Covid-19 e a crise gerada pela pandemia não afetarem muito o estado de coisas, parece que teremos mais uma reeleição nos Estados Unidos.

Voltamos a qualquer momento com mais informações.